Na baía da Ilha Grande todavia encontramos muitas áreas ainda preservadas de Mata Atlântica. O desenvolvimento da região fez com que a pressão antrópica colocasse em risco a biodiversidade. Um dos fatores fundamentais é a maneira como se dá a interação entre homem e animal.
Quando o animal é visto como objeto e não compreendido como ser senciente (sente dor, medo, sofre), que está inserido em uma complexa teia de relações , é comum o homem ser responsável por desencadear ações de desequilíbrio. Neste sentido, disseminamos o pensamento de que animal não é coisa, de que seu bem-estar tem que ser garantido através da posse responsável e que assim contribuimos para a preservação da biodiversidade e a saúde ambiental como um todo (ex.: controle de zoonoses).


12 setembro 2010

Diogo Váz - Fotos da ação

Mapa da Baía de Paraty



Entre o primeiro contato com os moradores do Saco do Fundão, até a realização da última cirurgia, se passaram dois meses. Com isto, realizamos a primeira etapa do trabalho, que consiste básicamente em conhecer a comunidade e controlar a reprodução dos animais domésticos na região, esterilizando cirúrgicamente os animais.



video


Para ter acesso à região, é necessário chegar à Praia das Almas, cujo acesso só é possível a pé ou de Jeep, e depois pegar uma canoa ou voadeira. Nesta primeira visita à Dona Dalva, o Sr. Avel e a Dona Neda nos levaram em sua canoa e nos acompanharam até o local.







Ao chegar no Pontal do Fundão, pegamos uma trilha até a casa da Dona Dalva, em Diogo Váz, aonde ela tem 13 gatos.


video


Conversando com a "Gateira" Dalva, nos informamos sobre sua realidade. Esta senhora vive no meio da mata, em uma casa de pau a pique (danificada por conta do desabamento parcial do telhado). Sua única companhia são seus gatos.
Ela também relatou como seus animais de companhia caçam pássaros, lagartos e outros bichinhos.


Passados alguns dias, os animais foram capturados com gatoeiras especiais e a equipe voltou ao local para realizar os procedimento cirúrgicos.



Dona Dalva acompanhou tudo bem de perto....


















E depois do trabalho nos convidou a saborear uma deliciosa comidinha preparada em seu fogão a lenha...









...voltamos ao local para informar-nos sobre o estado dos "pacientes" e esterilizar um macho que havia escapado da gatoeira.

Partimos com a sensação de haver cumprido a primeira etapa deste longo processo de troca de conhecimento com a comunidade do Saco do Fundão.

03 setembro 2010

Zoonoses - O ECO Ago'10

Zoonoses, doenças transmíssiveis pelos animais aos seres humanos.

A convivência entre animais e pessoas pode ser motivo de muitas alegrias. Mas devemos ter uma série de cuidados para que esta relação não se transforme em fonte de doenças.

As chamadas zoonoses, podem ser desde de uma simples sarna (escabiose), que apesar de causar muita coceira, é de fácil tratamento; a doenças de maior gravidade como a raiva, leishimaniose e febre maculosa que podem levar à morte.

As zoonoses são inúmeras com as mais diversas origens (etiologia ), manifestações (sinais clinicos), capacidade de causar sofrimento (morbidade e mortalidade) e potencial de transmissão (ocasionando endemias ,epidemias). Neste artigo nos deteremos de forma sucinta nas zoonozes mais comuns, relacionadas a cães e gatos.

Zoonoses causadas por ectoparasitas, como pulgas, sarna (sarcoptes scabiei) e carrapatos "quem nunca foi atacado pelas larvas do carrapato?", os famosos micuins. Nosso lindo cäozinho solto pelas mata ,pode ao final do dia trazer v'arios carrapatinhos de presente.

Podemos ser vítimas do desenvolvimento de larvas (estagios de desenvolvimento de um inseto) ,como a do berne .Na pele são depositados ovinhos desta mosca, que vão se desenvolvendo dentro dos nossos tecidos (pele ,musculos).Acumulo de fezes e sujeira,facilitam a vida das moscas.

Ainda as larvas (formas imaturas de vermes ) ,"dão aquela coceirinha" ,como o bicho geografico (larva migrans cutanea ) ou o bicho de pé (tunga penetrans).Outras causam lesoes em órgaos importantes (olho, pulmão) como a larva migrans visceral, ou cistos de tenias que se alojam no fígado e cérebro .Atençäo coco na areia 'e uma M... , pode causar sérios problemas.

Zoonoses muito perigosas !!!!

  • Raiva:

Agente etiologico (é o causador da doença), um virus (Rhabdo virus ), transmitido pela saliva de animal contaminado (cão, gato, morcego, rato, e diversos outros animais). Aquele cão solto pode te atacar. A vacina existe, mas são varias injeçöes muito doloridas.

  • Febre maculosa borreliose, doença de Lyme:

Doenças onde o agente de transmissão é o carrapato. Doença apresenta quadro febril e pode ser fatal.

  • Leptospirose:

Causado pela Leptospira sp, transmitido principalmente pela urina do rato, mas o cão também pode transmitir. Alimento pode ser contaminado na dispensa da casa ou a ração nas vasilhas durante a noite pode atrair o rato que urina na comida. Leptospirose mata.

  • Leishimaniose cutanea e visceral.

Onde agente etiologico é um protozoário do gênero Leishimania. A doença cutânea se caracteriza por ferida de difícil cicatrização . A forma visceral da doença atinge orgãos como figado ,rins e linfonodos. Mosquito transmite a doença pela picada.

  • Toxoplasmose:

Preocupante para grávidas e pessoas imunodeprimidas, pode ser transmitida pela carne crua e eventualmente por fezes de gatos .Gatinho fazendo cocô no jardim ou na areia do parquinho das crianças pode ser um perigo!

Esta pequena introdução ao tema Zoonoses, mostra que estas doenças representam grande desafio tanto para diagnóstico, quanto para controle epidemiológico. A participação conjunta do poder público, entidades civis organizadas, comunidade e o cidadão, é fundamental para encontrar mecanismos de combate, controle e erradicação das Zoonoses .

Vacinação efetiva contra doenças onde esta medida é cabível: ex.:raiva, leptospirose.

Medidas de controle da população animal (castração, adoção de animais abandonados, desestímulo a criação e comercialização de cães e gatos) devem ser adotados como politícas públicas.

A educação da sociedade para adoção de conceitos como:

  • Posse Responsável .

  • Bem Estar Animal .

  • Importância da relação homen-animal-meio ambiente.

  • Cão e Gato longe da mato.

Os conceitos acima elencados são pressupostos básicos para realização de trabalho efetivo de combate às zoonoses.

Posse Responsável e Bem Estar Animal devem estar sempre conectados à Preservação Ambiental.

O tema zoonoses muito amplo e complexo, procuraremos esclarecer nos próximos artigos detalhadamente algumas delas.


por: Méd. Veterinário Milson Sousa Jr.